Laje FM

87,9 MHZ

RAPIDINHAS POLÍTICAS

28 JUN 2016
28 de Junho de 2016

28/06/2016  01:24

As rapidinhas políticas deixaram de circular na mídia no então período que bombardeou nos 4 cantos da cidade os valores dos salários da alta cúpula do governo;  A nossa coluna por ser transparente e as informações terem vindo do Portal da Transparência, esse humilde colunista é servidor municipal efetivo na função de Diretor Financeiro da Saúde, portanto não era necessária a divulgação do meu nome já que o salário não condiz com a função, tá muito distante dos salários dos famosos; Outra informação que consta no Portal da Transparência é de um valor em nome de uma herdeira que, para esclarecimento é o acordo firmado entre Poder Executivo e Rádio Laje FM para divulgar os trabalhos da municipalidade, lembrando que este acordo foi firmado no então governo do ex-prefeito Dudui e que perdura até os dias atuais com o mesmo valor;

- Ainda falando sobre salários de marajás, tá bem próximo o Pleito Eleitoral onde cada candidato busca o melhor para si acompanhado do forró pé-de-serra “UMA PRA MIM, OUTRA PRA TU, UMA PRA MIM, OUTRA PRA MIM”. Será que todos estão tentando alcançar o tão sonhado poder apenas com o intuito de beneficiar a população carente? Ou buscam chegar ao altar da fama quer como vereador ou prefeito para exibir com aparato ou orgulho o cargo alcançado, e ainda mais para beneficiar os seus? PSIU PARA A MAIORIA!

- O que vimos foram os dois poderes, Executivo e Legislativo compartilhando e lendo a mesma cartilha; Bastou o grupo de oposição  divulgar a lista dos marajás do governo e, em contrapartida, o Ministério Público  intima a Mesa Diretora da Câmara a informar o nome de funcionários fantasmas existente na Casa. Quem é santo em nossa terrinha é o Nosso Padroeiro São José!

- O grupo político do nosso garoto administrador só está aguardando a palavra final do Pajé, Paulo Roberto Neno, para a indicação do nome do vice para a chapa do governo; O retorno ao grupo do vice-prefeito, Rico Valença, não quer dizer que Ele será o vice na chapa do sobrinho; Essa indecisão tá deixando muita gente sem dormir, tendo em vista, Rico ser um forte candidato quer como vereador ou vice e tem seu reduto eleitoral muito fiel. Quem está na mira para entrar nessa briga é um ex-secretário do governo que, atualmente, está afastado das funções e é também um bom nome para compor a chapa.

- É bom lembrar que tem muita gente no grupo do governo almejando ser o vice, porém, com a vinda de Rico Valença o nome escolhido sairá no dia da Convenção e será surpresa para todos como foi da candidatura do garoto administrador. Quero tá vivo para ouvir em alto e bom tom o nome indicado.

- Falando ainda sobre as indecisões de outrora por parte do vice-prefeito Rico Valença, o grupo de oposição fez uma grande reflexão e achou por bem descartar o nome de Rico para ser o candidato majoritário do grupo. Por acaso, Rico não sendo o candidato a vice na chapa do nosso garoto administrador tem vaga garantida no Poder Legislativo.

- Nessa reta quase final para a oposição, mesmo não tendo começado ainda a campanha, mas com atitudes lentas para a indicação do candidato majoritário, o grupo por fim desarticulou o nome de Rico Valença e lançou em cima da hora o nome de um candidato que é o dono dos votos pelo lado oposicionista – Dudui será mais uma vez candidato a prefeito com apoio, ou não, de alguns oposicionistas que ainda brigam e tentam dividir o grupo. Por acaso, Dudui não  sendo candidato majoritário, a cúpula da oposição não abrirá mão de outro nome que não seja da família e lançará o nome de Marcinho Lyra para a disputa. Dizia minha mamãe – Patrimônio político não se compra, herda e passa de pai para filho!

- Quem está beliscando há muito tempo para ser o vice de Dudui, é o comerciante Laciel Nunes; Para muitos é o nome mais cotado para a chapa, embora, possa dividir a oposição já que a família Diniz sonha em sua matriarca, Maria Diniz, ser a candidata a vice. Na opinião dos entendidos da política o poder aquisitivo irá pesar na hora da decisão.

- Por falar em poder aquisitivo, os dois lados da moeda (governo e oposição) já sentem a falta de grana para tocar a campanha; Os caciques da política alagoana, Renan, Biu de Lyra, Collor e Artur Lyra não têm mais a Petrobrás para bancar campanha de seu ninguém;  No entender de muitos, esse Pleito será diferente dos demais – falta de grana e um curto período de campanha -  Bons motivos para o povo saber escolher, consciente, os seus representantes;

- Se depender de torcida e de entusiasmo quem sairá candidata a vereadora é  Fabrícia Pedrosa Véras; Há 4 anos lancei o seu nome nas rapidinhas como candidata e, de última hora o seu esposo, Luiz Artur  tomou a frente. Em pleno arraiá na sua residência (sexta-feira) foi dado o primeiro apito onde os presentes concordaram com a indicação; Dentre as pessoas na festa, estava o pajé, Paulo Roberto Neno, que deixou o arraiá sem sequer dar um aceno de mão para os que ficaram obrigando o sanfoneiro da festa a cantarolar um famoso forró do Rei do Baião – “NEM SE DESPEDIU DE MIM, NEM SE DESPEDIU DE MIM”......; Para completar a festa, todos os presentes aguardavam, ansiosamente, a chegada do nosso garoto administrador, porém, o apito tocou, o sino bateu e o garoto não apareceu –  rimou -  na festa da sua madrinha, Fabrícia.

- Enquanto o nosso garoto administrador olvida das festas, o seu opositor não perde nem festa de calunga; Foi visto na última vaquejada o candidato Dudui distribuindo “piaba” para  os seus amigos vaqueiros; Comenta-se que os amigos aguardavam quilos e mais quilos de carne para um delicioso churrasco, mas, devido a crise que abala a todos, Dudui marcou presença e empurrou piaba no bucho da galera; Quem não tem cachorro caça com gato!

- Desde o tempo de menino em Barbacena que escrevo o que penso e o que acho que deveria  ser; Por incrível que pareça, nunca tinha escutado com os tímpanos que a terra um dia há de comer,  ninguém falar na palavra “NEPOTISMO”; Só tomei conhecimento quando uma repórter da TV Gazeta (pense numa repórter arretada) insistiu em perguntar ao impoluto Presidente da Câmara, Carlos Nunes, se ele tinha conhecimento de tal  palavra. Foi aí que me bateu a curiosidade e  futuquei nas páginas do dicionário Aurélio,  e lá estava – NEPOTISMO (do latim nepos, neto ou descendente) É o termo utilizado para designar o favorecimento de PARENTES OU AMIGOS próximos em detrimento de pessoas mais qualificadas, especialmente no que diz respeito á NOMEAÇÃO ou elevação de cargos. Vivendo e aprendendo com o Carlos!

Por: Ataíde Junior
Voltar

© Copyright. 2016 Rádio Laje FM. Todos os direitos reservados.